Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!


4 Comentários

Também quero usar a bomba de insulina!! O que tenho que fazer???

Calma, muita calma. Não é bem assim. Não é tipo a roupa da moda ou o acessório que todos estão usando que basta você querer, comprar e passar a usar.

A bomba de insulina é um tratamento como qualquer outro, que para tal, exige algumas coisas…. como por exemplo: INDICAÇÃO MÉDICA. (Minha opinião, tá gente, isso não é nada científico…são minhas observações)

1) Seu médico tem que conhecer o sistema e estar apto para prescrevê-lo aos pacientes e fazer o acompanhamento. Muitos médicos não estão, não gostam da ideia da bomba e por isso não prescrevem esse tratamento, acham sempre que não está na hora, que não é a idade certa, etc…. Você tem que descobrir se teu médico é um desses, que evita a bomba por desconhecer o sistema ou se realmente conhece você e acha que não está na hora.

2) Caso seu médico seja a favor da bomba, você tem que ver com ele se está realmente apto pra usá-la. Existem vários critérios pra isso. Não basta querer. Você tem que ter tentado todos os outros métodos primeiro. Principalmente as multiplas aplicações de ultra rapida com contagem de carboidratos. Você tem que estar disposto a prestar atenção no seu controle, anotar tudo, o começo do uso da bomba exige muita responsabilidade e vontade.

3) Sem saber a contagem de carboidratos, sem estar afiadinha com ela, tudo na ponta da língua, você pode até usar a bomba mas não vai se dar tão bem quanto poderia. São passos a serem seguidos. Como uma amiga diz (tô mundando um pouco aqui as palavras), a Bomba é uma FERRARI, se você não tem habilidade pra explorar todo o seu potencial, vai usá-la como se fosse um fusca, e certamente não terá o resultado desejado. (Não era isso, né Ana. Minha memória tá péssima)… Mas enfim… é mais ou menos isso aí. Não adianta ter uma baita máquina, se você não sabe usá-la!!!

4) Se você não é disciplinado e acha que a bomba está aí pra resolver todos os seus problemas, VOCÊ ESTÁ REDONDAMENTE ENGANADO. Se você acha que com a bomba você pode se desligar um pouco das coisas porque pensa que ela faz tudo sozinha VOCÊ ESTÁ REDONDAMENTE ENGANADO. Se você pensa que com a bomba você poderá comer tudo que quiser, na hora que quiser, na quantidade que quiser, VOCÊ ESTÁ ACREDITANDO DEMAIS EM MILAGRES !!! Com a bomba, você continua medindo suas glicemias, continua prestando atenção no que você está comendo. A bomba não é milagrosa. Ela não vai cuidar do seu diabetes pra você, ela só vai facilitar, te ajudar… se você tem disciplica, ela será uma ferramenta e tanto, se você não tem disciplina, vai continuar tendo problemas, meu amigo.

PORTANTO, toda vez que recebo um comentário perguntando como conseguir a bomba, e como conseguí-la pelo governo e tal, eu sempre SEMPRE pergunto pra pessoa se ela tem indicaçao médica. Porque esse deve ser o primeiro passo. Quem sabe o que é melhor pra você em termos de tratamento, é ele, seu médico. Não é porque todos estão testando, ou usando, que isso serve pra você…

Certo?

Publicidade


10 Comentários

Primeiro A1C pós bomba de insulina

Preciso dizer mais alguma coisa? Justo eu, que esperei tanto por valores bons? Justo que eu já reclamei tanto nesse blog desse bendito exame e de nunca conseguir baixar do 8% . (uma vez só, vai…. um 7,5%)

Quer ler minhas reclamações? Até levei bronca !!! E foi um dos dias que o blog mais bombou! FOI MUITA BRONCA.

 Falhei no provão trimestral

A1C 8%

Coisas da minha cabeça

Objetivos glicêmicos e de hemoglobina glicada por idade

Valor A1C pra crianças

Mas enfim… senti que com a bomba dividi o peso de fazer tudo sozinha. Não ter que aplicar insulina 8 vezes por dia, nem ter que fazer contas bizarras em todas as refeições, tornou meu dia mais leve. E acredito que o da Vivi também.

Ela mudou bastante após a bomba. Está mais calma. Mais tranquila. Parece que o diabetes diminuiu de peso pra ela também. Antes da bomba, os horários e as refeições eram momentos de stress. Agora não mais.

Ter hora certa de aplicar insulina, depender de um despertador pra te lembrar e mesmo assim acabar esquecendo e fazendo o dia ser completamente bagunçado. Não ter que aplicar a lenta faz diferença. Até hoje, perto das 20h da noite, sinto estar esquecendo algo. E me sinto aliviada quando lembro que ela está “conectada” – palavra que ela mesma usou hoje. E quem hoje em dia não está conectado a algo???

Dividir responsabilidades faz muito bem! Seja com o pai, a avó, ou a bomba de insulina! A culpa não é inteiramente minha! rsrs E com a bomba não tem briga, nem satisfação, nem nada. É uma companheira fiel e tá sempre alí pra te ajudar. Não te julga e não te cobra. Faz o trabalho dela e ponto.

Nossa vida com diabetes mudou após a bomba. E mudou pra melhor. E tenho certeza que esse é só um belo começo! Muita coisa boa ainda está por vir.

Nada é mais gratificante pra uma mãe, do que ver seu filho bem, tranquilo e feliz. E é assim que a Vittoria está. (e eu também!!)


2 Comentários

Comparando o antes e o depois da bomba de insulina

Eu posso ficar aqui escrevendo palavra atrás de palavra explicando os benefícios da bomba na nossa vida. Como tenho feito em alguns posts. Começando pelas aplicações da lenta. EU precisa de um relógio despertando duas vezes ao dia pra me lembrar de aplicar a lenta. A quantidade era grande e eu já não tinha mais onde aplicar. Na perna ficava vermelho e dolorido, muitas vezes formava um calombo. No braço eu não tinha coragem, na barriga ela não gostava, acabávamos aplicando sempre no bumbum e já estava formando grandes caroços. Mais pelo menos 5 injeções de insulina rápida nas refeições. Que às vezes eu também esquecia.

Poder dar doses picadas que evitam hipo e hiperglicemias. Ela toma 0,3u, 0,6u …. coisas que com a caneta a gente nunca conseguiria…
Melhorou o humor, não tem mais picos de irritabilidade, nem birra…. a paz anda reinando por aqui.

Mas tô escrevendo tudo isso porque tem coisas que só os números podem dizer. E melhor coisa seria compará-los. Infelizmente tenho apenas 2 meses de referência pra comparar… e meses bons, até…. antes da bomba, nesses gráficos, a média de glicemia era 150, e estava bom, porque pra ela, o normal era 180… é que janeiro, férias, acaba abaixando mesmo…. Reparem nos graficos, antes da bomba tínhamos mais HIPERS… a variação de glicemias era muito maior, oscilava demais, e hoje isso diminuiu….

Não é possível que alguém, especialmente médico, acredito que não há vantagens no uso da bomba. Seria resistência à tecnologia? Ao novo? Ao ter que se atualizar e estudar??? Fica a dúvida…

No gráfico:

Amarelo – normal – entre 70 e 180
Vermelho – HIPOglicemia
Azul – HIPERglicemia

antes da bomba

depois da bomba

Antes: Média 150mg/dl – Desvio padrão 83mg/dl

Depois: Média 133mg/dl – Desvio padrão 66mg/dl

antes da bomba

depois da bomba


16 Comentários

Uma garota feliz, molhada, sua bomba de insulina e o Playcenter.

O Cesar (pai delas) veio visitá-las e resolvemos ir ao Playcenter. Pra certas pessoas esse passeio com uma criança diabética pode ser um empecilho, mas pra nós não é. Não pensei duas vezes… o único empecilho é meu estomago, só fui em um brinquedo, o mais simples, de água… só uma queda e pronto. Não passei mal !

Em menos de meia hora, descobriu um brinquedo de água…. aahhh pra quê. Ficou ensopada. E a bomba de insulina também! Sorte que ela é a prova d’água….resistente à água, pode tomar chuva, cair na piscina e na privada que ela resiste, mas ficar imersa não pode ! Obrigada Letícia !!!

Glicemia 63 mg/dl. Hora do SORVETEEE !!! Esse picolé Molico tem 10g de carboidratos. MARAVILHA ! Dá pra tomar sem medo de ser feliz !!

Fomos em mais alguns brinquedos e paramos pra almoçar. Pré – prandial 102mg/dl, comeu um hot dog com duas salsichas, batata palha e catchup. Pedi pra ver a embalagem do pão e lá dizia que 50g de pão tinha 30g de carboidratos, estava sem a balança pra pesar o pão mas certeza era mais de 50g. Apliquei insulina pra 45g de carboidratos, pão + salsinha + batata palha, coloquei “exercício 1” pra diminuir 10% da quantidade porque ela tava correndo demais, brincando muito. No total foi 1,9u de insulina.

Depois de 2 horas, a glicemia estava 73mg/dl. MInhas contas deram certo, poderia ter dado menos insulina até. Ela queria porque queria experimentar a maçã do amor. E apesar de eu dizer que é ruim, esfarelenta, etc… ela quis. Maçã do amor é uma e nunca mais… então deixei, mesmo pq tinha certeza que ela não comeria tudo. Dito e feito… quebrou o palito, a maçã estava ruim, não comeu nem metade. Disse que só o vermelho era bom! Claro. AÇÚCAR PURO !! Depois ficou querendo o algodão doce da Duda e acabaram dividindo. Dei insulina pra 25g de carboidratos, não faço ideia de como calcular algodão doce. VOu medir agora pra ver como está…

hahahha inacreditável… a glicemia depois do algodão doce tá 120mg/dl! AMO A BOMBA DE INSULINAAAAA !!! E meu poder de fazer cálculos de olho…


12 Comentários

O melhor retorno em 2 anos e 6 meses de diagnóstico!

Pois é. Foi hoje. 24 dias de bomba de insulina. Parece milagre.

Baixamos de uma média de 156mg/dl pra 131 mg/dl. A variação que era de 83 foi pra 69mg/dl.

Essa última semana em especial, tivemos uma média de 125 mg/dl. Diz aí se não é incrível??? E esse valor não está baixo pelas hipos, não. Ela teve 4 hipoglicemias de 50 a 60 essa semana! Só !!!

É a primeira vez que eu saio do consultório sem uma lista de mudanças… não mexemos na contagem nem no fator sensibilidade. Está tudo muito bom! E eu nem acredito!

Fiz um A1C (Hemoglobina glicada ou glicosilada) e deu 8%. Isso antes de colocar a bomba. Os resultados desses exames da Vittoria nunca baixam disso. Sempre entre 8 % e 8,6%.

Não vejo a hora de fazer o próximo. Mas melhor que isso, ela está bem. Não tem mais aquelas variações de humor durante o dia. Não sente mais um cansaço do além. Está serena. Calma. Acho que essa é a Vittoria. Não aquela garota que vivia tendo pitis, ou de irritação ou de manhã. Que eu tinha que correr e medir a glicemia pra saber se dava uma bronca ou uma colher de açúcar.

A vida melhorou. De todos. E em especial dessa coisa doce que faz parte da minha vida! E a da irmã, claro. Que não sofre mais com as birras, brigas, tapas, etc…

Está tudo muito bem.

Valeu a pena ter tomado essa decisão. Não me arrependo. E aconselho.