Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!


4 Comentários

Novas metas de glicemia e de A1C para jovens – SBD 2013

A falta de informação, ou a informação desatualizada, pode gerar muito estresse na rotina com o diabetes.

Metas fora da realidade, tanto de glicemia no dia a dia, quanto na glicada a cada 3 meses, podem ser fatores que, além de causar estresse, como eu já disse antes, dificultam a adesão ao tratamento, pois fica aquela sensação de “Eu nunca consigo melhorar, por mais que eu faça, os valores não abaixam”, e a pessoa desanima e para de se cuidar.

Quando uma Sociedade de Diabetes estipula esse tipo de meta, vcs podem ter certeza que não foi baseado em ‘achismos’. Os caras estudaram pra caramba, principalmente os de fora do país tb. É uma conclusão que os médicos chegam baseados em fatos, em dados. Acontece que essa atualização nem sempre chega lá no nosso médico do postinho de saúde. E eles ficam com aquele valor de mil novecentos e bolinha, que eram metas pra adultos, talvez até pra tipo 2 que são completamente fora da realidade de uma criança DM1.

Vejam só as metas de glicemia e glicada das diretrizes da sociedade brasileira de diabetes para 2013.

Sem neuras, mamis!! Glicada baixa demais é sinal de hipoglicemia. E hipoglicemia em criança pode ser muito pior que hiper. Fiquem atentas.

Anúncios


10 Comentários

Um dia nas férias e a santa bomba de insulina.

A Vivi aprendeu a andar de bicicleta sem rodinha ONTEM. A praça aqui na rua de baixo está sendo reformada e o cimento tá lisinho, delicioso pra ela treinar… Aí, acabo indo pra lá 2, 3 vezes por dia. O que é ótimo porque já fazem um pouco de exercício e eu consigo ler.

8h42 – Acordou com 73mg/dl. Comeu iogurte com sucrilhos (39g cho) e 2,6u de insulina.

12h19 – Antes do almoço: 108mg/dl. Comeu yakissoba, tempurá e beterraba (40g cho) e 2,8u de insulina.

16h39 – Antes do lanche: 104mg/dl. Comeu 3 bolinhos com cobertura de chocolate (65h cho) e 4,3u de insulina.

          

18h57 – Antes do jantar : 94mg/dl. Comeu risoto de camarão, 1 guiosa e 1 fatia de melancia (25g cho) e 1,3u insulina.

Só falta medir antes de dormir. Hoje foi um dia ótimo!!

Como ficam as glicemias de seus filhos nas férias? Eles costumam gastar mais ou menos energia? Comem mais ou menos guloseimas?


10 Comentários

33mg/dl. Um número que nenhuma mãe quer ver….

E ontem eu ví!

Tivemos a famosa consulta dos 3 meses no endocrino. Pra variar, ela teve hipo indo lá. Isso acontece de 3 em 3 meses independente do que come, do horário da consulta, ela sempre tem hipo indo pra lá. E depois tem hiper.

17h – Tomou lanche no carro e esqueceu de aplicar insulina. Eu distraída com o transito, não percebi.

18h – Foi pra aula de tênis e eu não medi a glicemia. Como fazia pouco tempo q tinha medido, e tinha se alimentado, resolvi medir só depois.

19h30 – (2hrs e meia após o lanche) pré jantar, pós tênis, 350 mg/dl.. Foi aí que percebi que ela não tinha aplicado a insulina do lanche. Fez a correção. Jantou.

20h – Foi colocar os carboidratos do jantar mas o smart control (controle da bomba e glicosímetro)  acusou que a pilha estava acabando e não se conectou ao bluetooth, emitiu o aviso e então ela colocou direto na bomba, mas ao invés de colocar 1,0, que foi o que o smart sugeriu pra quantidade de carboidrato, colocou 1,5.

20h30 – Foi deitar.  E eu sempre meço às 22h, mesmo com ela já dormindo pra dar as 3 hrs do jantar.. mas como eu tava morreeeeendo de sono, fui medir um pouco mais cedo.

21h20… A glicemia estava 33 e ela dormindo. Comecei a dar o mel. Foram 5 sachês.

21h40 – glicemia 35.  Os 5 sachês nem fizeram cócegas. Dei mais dois e peguei um copo de água com 3 colheres de sopa de açúcar. Ainda tinha 0,6 unidades de insulina ativa, ou seja, ainda tinha insulina agindo então a glicemia ainda abaixaria. Desliguei a bomba.

22h – glicemia 99. Ufa, subiu um pouco, mas ainda não liguei a bomba e resolvi medir mais uma vez dalí uma hora.

23h – glicemia 126. Eu imaginei que com a quantidade de açúcar que dei, estaria mais alto. Liguei a bomba e coloquei o celular pra despertar às 3h.

3h – Desliguei o despertador e apaguei! hahaha

6h – Glicmeia 99 mg/dl.

Ela não teve sintomas. Estava com as olheiras absurdamente fundas. Acordou pra tomar o mel e a água, conversou pouco, mas parecia simplesmente entorpecida de sono. Meu medo era a convulsão a qualquer momento, mesmo enquanto a glicemia já estivesse subindo. Hoje cedo ela não se lembra de nada. Tive que mostrar no aparelho as medições 33 e 35 pra ela acreditar. E ficou espantada por não ter passado mal e disse que vai contar pra professora na escola hahahaha.

O que foi? Efeito da aula de tênis? Muita correção não foi porque sempre que preciso corrigir de noite, fica super bem…. Juntou o exercício com a correção de um valor mto alto?? Foi aquela 0,5 unidade a mais que ela deu?

Não sei. O importante foi que consegui reverter a situação. Mas vale como aprendizado. Em dias de esporte, como todos já estão carecas de saber, ficar mais esperta!!!

E ah, e hemoglobina deu 7,4%


11 Comentários

Entre que valores devo manter minha glicemia para evitar problemas futuros??

Olha que legal! Publicado também no Portal Diabetes mas a matéria é do UOL Ciência e Saúde .

Aqui, vou colocar só os valores, mas lá, você encontra a matéria na íntegra.

Em geral, as metas são:

Adultos
Hemoglobina glicada: menor do que 7
Glicemia de jejum: maior do que 70mg/dl e menor do que 110 mg/dl
Glicemia antes de comer (pré-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 110 mg/dl
Glicemia duas horas depois de comer (pós-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 140 mg/dl

Crianças de 0 a 6 anos
Hemoglobina glicada: entre 7,5 e 8,5
Glicemia de jejum: maior do que 70mg/dl e menor do que 130mg/dl
Glicemia antes de comer (pré-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 130 mg/dl
Glicemia duas horas depois de comer (pós-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 180 mg/dl

Crianças de 7 a 12 anos
Hemoglobina glicada: menor do que 8
Glicemia de jejum: maior do que 70mg/dl e menor do que 130mg/dl
Glicemia antes de comer (pré-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 130 mg/dl
Glicemia duas horas depois de comer (pós-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 180 mg/dl

Adolescentes de 13 a 19 anos
Hemoglobina glicada: menor do que 7,5
Glicemia de jejum: maior do que 70mg/dl e menor do que 130mg/dl
Glicemia antes de comer (pré-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 130 mg/dl
Glicemia duas horas depois de comer (pós-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 180 mg/dl

Idosos
Hemoglobina glicada: menor do que 8
Glicemia de jejum: maior do que 70mg/dl e menor do que 130mg/dl
Glicemia antes de comer (pré-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 130 mg/dl
Glicemia duas horas depois de comer (pós-prandial): maior do que 70mg/dl e menor do que 180 mg/dl

Dados fornecidos pela endocrinologista Denise Reis Franco, diretora da Associação de Diabetes Juvenil (ADJ) 


6 Comentários

Objetivos glicêmicos e de hemoglobina glicada por idade

Ganhei da Sociedade Brasileira de Diabetes, num sorteio pelo twitter, as Diretrizes de 2009. Essas diretrizes são basicamente as conclusões sobre várias coisas relacionadas ao diabetes que foi estudada e discutida. É um consenso sobre diagnósticos, tratamentos, valores, enfim… O livro tem 330 páginas que eu certamente não conseguirei ler do dia pra noite. Então conforme eu for folheando, publico aqui o que achar interessante.

Logo que abri caí nessa página 84. Tem uma tabela dos objetivos glicêmicos e de hemoglobina glicada (glicosilada – A1C). Como é um assunto corriqueiro e vira e mexe tem gente perguntando qual é o valor ‘bom’, ‘normal’, de glicemia ou de A1C e nós mães ficamos encucadas com os valores, quanto temos que baixar e blá blá blá, fica aqui o que a SBD publicou:

  • Menos de 6 anos: Pré-prandial (antes da refeição) de 100 a 180 mg/dl
    Pós-prandial de 110 a 200mg/dl
    A1C mais de 7,5% e menos de 8,5%
  • De 6 a 12 anos: Pré-prandial de 90 a 180mg/dl
    Pós-prandial de 100 a 180mg/dl
    A1C menos de 8%
  • De 13 a 19 anos: Pré-prandial de 90 a 130mg/dl
    Pós-prandial de 90 a 150mg/dl
    A1C menos de 7% a 7,5%

    **Os objetivos de hemoglobina glicada para adolescentes deveriam obedecer às recomendações para adultos, com valores menores que 7%. No entanto, pela extrema dificuldade em se obter esses níveis sem incorrer num risco elevado de hipoglicemia, a ADA admite o valor de 7,5% como um objetivo mais realista nessa faixa etária.

Sabem o que isso que dizer pra mim?! De verdade… que eu não preciso ficar angustiada e preocupada tentando baixar o A1C da minha filha pra menos de 7%. Pra ela, basta estar abaixo de 8%. E está !!!!

Outra coisa interessante que eu ví, é uma tabela das Correlações das Glicemias, assim, quando você fizer as médias em casa, pode ter uma noção de quanto vai ser o A1C e não levar nenhum susto!!!

A1C (%) – GME (Glicemia Média Estimada mg/dl)

6                    126
6,5                140
7                    154
7,5                169
8                     183
8,5                 197
9                     212
9,5                 226
10                  240