Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!


Deixe um comentário

Células do intestino humano estimuladas a produzir insulina

Fonte: http://www.iflscience.com/health-and-medicine/human-gut-cells-coaxed-intro-producing-insulin

Células do  intestino humano estimuladas a produzir insulina.

Crédito da foto: células gastrointestinais humanas de pacientes foram projetadas para produzir insulina (verde fluorescente) no laboratório / Columbia University Medical Center

Crédito da foto: células gastrointestinais humanas de pacientes foram projetadas para produzir insulina (verde fluorescente) no laboratório / Columbia University Medical Center

Ao desligar um único gene, os pesquisadores transformaram células gastrointestinais humanas em células produtoras de insulina. Estimular células gastrointestinais desta forma poderia ajudar a substituir as células produtoras de insulina que são destruídas por causa da diabetes.

“As pessoas têm falado sobre transformar uma célula em outra há muito tempo, mas até agora, nós não tinhamos conseguido chegar ao ponto da criação de uma célula produtora de insulina totalmente funcional através da manipulação de um único alvo”, Domenico Accili, da Columbia University explica em um comunicado à imprensa.

No diabetes tipo 1, o sistema imunológico ataca as células produtoras de insulina do pâncreas, e ao longo do tempo, açúcar se acumula no sangue. Células substitutas foram desenvolvidas em laboratório usando células-tronco, porém as células resultantes não apresentam todas as funções das células beta que naturalmente ocorrem no pâncreas.

No trabalho publicado em 2012, Accili e colegas descreveram um método de conversão de células do intestino do rato em células que produzem insulina. Uma vez liberada na corrente sanguínea, a insulina produzida desta forma funcionou como insulina normal, regulando os níveis de glicemia em ratos diabéticos.

Agora, a equipe mostra que essa técnica funciona em células intestinais humanas também. Em um modelo miniatura do tecido do intestino – que eles criaram usando células-tronco humanas pluripotentes – a equipe desativou o gene FOXO1 das células do intestino, que está ligado à regulação metabólica. Após uma semana, as células começaram a liberar insulina em resposta à glicose.

Atualmente a equipe está à procura de compostos que inibam FOXO1 nas células do trato gastrointestinal de pessoas e espera que os ensaios clínicos comecem em um ano ou dois.

O trabalho publicado na revista Nature Communications esta semana.

A tradução é minha e do google tradutor!! Qualquer coisa esquisita, me avisem! =)


4 Comentários

Novas metas de glicemia e de A1C para jovens – SBD 2013

A falta de informação, ou a informação desatualizada, pode gerar muito estresse na rotina com o diabetes.

Metas fora da realidade, tanto de glicemia no dia a dia, quanto na glicada a cada 3 meses, podem ser fatores que, além de causar estresse, como eu já disse antes, dificultam a adesão ao tratamento, pois fica aquela sensação de “Eu nunca consigo melhorar, por mais que eu faça, os valores não abaixam”, e a pessoa desanima e para de se cuidar.

Quando uma Sociedade de Diabetes estipula esse tipo de meta, vcs podem ter certeza que não foi baseado em ‘achismos’. Os caras estudaram pra caramba, principalmente os de fora do país tb. É uma conclusão que os médicos chegam baseados em fatos, em dados. Acontece que essa atualização nem sempre chega lá no nosso médico do postinho de saúde. E eles ficam com aquele valor de mil novecentos e bolinha, que eram metas pra adultos, talvez até pra tipo 2 que são completamente fora da realidade de uma criança DM1.

Vejam só as metas de glicemia e glicada das diretrizes da sociedade brasileira de diabetes para 2013.

Sem neuras, mamis!! Glicada baixa demais é sinal de hipoglicemia. E hipoglicemia em criança pode ser muito pior que hiper. Fiquem atentas.


9 Comentários

Que tal experimentar um local novo pra aplicação de insulina?

Você conhece todos os locais pra fazer aplicação de insulina? Olha quais são:

(Fonte imagem: http://smsdc-cmspadremiguel.blogspot.com.br/2012/07/tenho-diabetes-mellitus-e-o-medico.html)

Logo no diagnóstico começamos aplicando apenas na barriga. Ela resistia muito às picadas e principalmente a mudar o local de aplicação. Com o tempo, ela teve duas bolinhas durinhas perto do umbigo e tivemos que parar.

Experimentamos o braço e o bumbum e foram os locais que ela mais gostou. Tomava a levemir no bumbum e a novorapid no braço. Experimentamos a coxa algumas vezes mas sempre sangrava, ficava roxo e até hoje ela tem uma “depressão” tipo uma celulite grandinha na coxa po conta de uma das aplicações. Isso gerou um trauma e nunca mais ela chegou perto da perna.

Com a bomba de insulina, voltamos a usar a barriga e continuamos no bumbum. Tenho conversado muito com ela pra experimentar a perna… e depois de uma chantagenzinha, ela topou tentar na perna.

E você? Onde costuma aplicar? Faz o rodízio direitinho? Como é seu esquema? Que tal tentar um local diferente a partir de hoje??

Olha só uma sugestão pra fazer o rodízio:

(Fonte imagem: Revista BD Bom Dia. Edição 16, Setembro de 2010.)


5 Comentários

E como anda o rodízio dos dedos na hora de medir a glicemia??? #diamundialdiabetes

 Aqui, nós não temos nenhum esquema pra lembrar os dedos que já foram usados e qual seria o próximo. Principalmente porque às vezes sou eu que furo, às vezes ela. Eu não tenho como saber sempre. Mas eu costumo perguntar: – E aí Vivi, qual dedinho vai agora? Qual não furou ainda? E assim nós vamos rodiziando!

Eu sei que ela prefere o dedinho e o dedão. Diz que são os que doem menos. E detesta usar o indicador, diz que é o que dói mais e incomoda quando ela escreve!

O ideal é furar os ladinhos dos dedos e não o meio, onde tem a digital! Com o tempo, os diversos furinhos podem formar cicatrizes e bagunçar sua digital! E nesse mundo moderno, onde daqui a pouco usaremos as digitais pra tuuudo, não dá pra vacilar.

Alguns orientadores dizem que o ideal também seria evitar o uso do dedão e do indicador para medir a glicemia, já que são nossos dedos mais usados e podem ficar doloridos causando algum desconforto.

Você também pode usar um dedo pra cada medição, tipo, dedinho pro café, anelar pro almoço, médio pro lanche, indicador pro jantar e o polegar antes de dormir. É uma opção. No dia seguinte, usa a outra mão.

Olha aí! São 20 locais!!

Cada um vai ter um jeitinho aí de resolver essa questão!

Compartilhe o seu! Como você faz?


Deixe um comentário

Portal de Bem com a Vida e o Dia das Crianças!

Agora somos TOP 100 – Não deixe de votar novamente!!

Pra comemorar o Dia das Crianças, o Portal de Bem com a Vida publicou umas materias e receitas interessantes sobre ciranças e diabetes! Nâo deixe de ver.

Inclusive, o post na coluna Mães em Ação foi especial pro dia das crianças também! Não percam!

Festa das Crianças –  Planejamento proporciona segurança em qualquer ocasião

Cuidando de crianças!

Receita de Brigadeiro

Coluna Mães em Ação!

Ter diabetes e ser criança! Leia mais AQUI

Sabemos que o diagnóstico do diabetes traz consigo uma infinita quantidade de responsabilidades. Sejam elas imediatas, para daqui uns meses, anos ou até pela vida toda. E sabe que essas responsabilidades acabam deixando os dias um pouco mais pesados, com mais detalhes para se pensar e planejar.

Não é por isso que, ao ser diagnosticado enquanto criança, seu filho tenha deperder ou trocar as responsabilidades do ‘SER CRIANÇA’ pelo do ‘TER DIABETES’.


4 Comentários

[Vídeo] Veja como fazer seu ‘amigo’ diabético!

Fizemos um vídeo do amigo diabético da Vivi, depois que a Duda ganhou o dela, Vivi ficou morrendo de vontade de ter o dela.  O vídeo ficou com 12 minutos cheio de conversas e risadas, mas quando terminei, percebi que estava sem som… 😦

Mas não tem problema. Fiz uma adaptação com uma linguagem bem infantil que é pras crianças verem mesmo e de 12 minutos, viraram quase 3 !!! Claro que será difícil delas fazerem sozinhas, mas fica de incentivo pra elas participarem e se interessarem mais pelo o assunto. Aproveitem pra conversar sobre o rodízio no local da aplicação. Sempre é bom tentar lugares novos. Sei que eles são resistentes mas é por uma boa causa!

Pensei numa música que não tirasse a atenção e mantesse a criança calma e atenta ao vídeo. Espero que funcione!

Quem fizer, me manda uma foto depois. Foto da criança (se quiserem), do bichinho (ou boneca) e uma breve história pra eu publicar aqui no blog.!

ps. O ideal é cola pra tecido mesmo, mas… na falta, vai cola quente mesmo.


5 Comentários

[LANÇAMENTO] Portal ‘De Bem Com a Vida’ – Roche – Accu-Chek

SIM !!! Agora nós temos mais um lugar de confiaça pra buscar informação sobre diabetes!!! Portal De Bem Com a Vida !!

Lá, vocês encontram informação sobre os produtos Accu-Chek, sobre o tratamento, entende mais um pouco sobre diabetes e seus diferentes tipos, novidades, dicas de nutricionistas, educadores físicos, médicos e o mais legal de tudoooo…

Eu e a Carolina Lima, Mãe da Jujuba, vamos dividir uma coluna chamada: MÃES EM AÇÃO, onde, assim como já fazemos com nossos blogs, compartilharemos nossas experiências e de nossas filhas sobre nossa convivência – bem harmoniosa por sinal – com o diabetes!!! Não deixem de nos visitar lá também!!