Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Células do intestino humano estimuladas a produzir insulina

Deixe um comentário

Fonte: http://www.iflscience.com/health-and-medicine/human-gut-cells-coaxed-intro-producing-insulin

Células do  intestino humano estimuladas a produzir insulina.

Crédito da foto: células gastrointestinais humanas de pacientes foram projetadas para produzir insulina (verde fluorescente) no laboratório / Columbia University Medical Center

Crédito da foto: células gastrointestinais humanas de pacientes foram projetadas para produzir insulina (verde fluorescente) no laboratório / Columbia University Medical Center

Ao desligar um único gene, os pesquisadores transformaram células gastrointestinais humanas em células produtoras de insulina. Estimular células gastrointestinais desta forma poderia ajudar a substituir as células produtoras de insulina que são destruídas por causa da diabetes.

“As pessoas têm falado sobre transformar uma célula em outra há muito tempo, mas até agora, nós não tinhamos conseguido chegar ao ponto da criação de uma célula produtora de insulina totalmente funcional através da manipulação de um único alvo”, Domenico Accili, da Columbia University explica em um comunicado à imprensa.

No diabetes tipo 1, o sistema imunológico ataca as células produtoras de insulina do pâncreas, e ao longo do tempo, açúcar se acumula no sangue. Células substitutas foram desenvolvidas em laboratório usando células-tronco, porém as células resultantes não apresentam todas as funções das células beta que naturalmente ocorrem no pâncreas.

No trabalho publicado em 2012, Accili e colegas descreveram um método de conversão de células do intestino do rato em células que produzem insulina. Uma vez liberada na corrente sanguínea, a insulina produzida desta forma funcionou como insulina normal, regulando os níveis de glicemia em ratos diabéticos.

Agora, a equipe mostra que essa técnica funciona em células intestinais humanas também. Em um modelo miniatura do tecido do intestino – que eles criaram usando células-tronco humanas pluripotentes – a equipe desativou o gene FOXO1 das células do intestino, que está ligado à regulação metabólica. Após uma semana, as células começaram a liberar insulina em resposta à glicose.

Atualmente a equipe está à procura de compostos que inibam FOXO1 nas células do trato gastrointestinal de pessoas e espera que os ensaios clínicos comecem em um ano ou dois.

O trabalho publicado na revista Nature Communications esta semana.

A tradução é minha e do google tradutor!! Qualquer coisa esquisita, me avisem! =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s