Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Exercício para as mães (cuidadores)!! E ai? Como vai a SUA vida sem diabetes?

14 Comentários

Nas duas últimas semanas  participei de dois momentos bastante interessantes. O primeiro deles foi a reunião de pais, na partida das crianças para o acampamento. A segunda, foi uma palestra na ADJ chamada – Criando um filho com diabetes.

Nessas duas ocasiões, ficou bem clara pra mim a necessidade de olharmos mais pra nós mesmas. Nós cuidamos de nossos filhos, de nossa família, de nossas relações amorosa e profissional (quando elas permanecem após o diagnóstico, ou mesmo a ausência delas), da casa, dos bichos e… que cuida da gente?

Então minha proposta é a seguinte: Gostaria que vocês me falassem de vocês. Fica proibido nesse breve relato citar qualquer coisa que tenha a ver com diabetes!!! Não podem falar sobre o diagnóstico, não podem me falar absolutamente nada que esteja relacionado ao diabetes. Será que vocês conseguem?

Pode ser comentando esse post, pode ser comentando a publicação no facebook, pode ser me mandando um email (minhafilhadiabetica@gmail.com) caso não se sinta a vontade em deixar tudo isso público.

Gostaria de conhecer as mulheres por trás dessas cuidadoras!!

O que vocês gostam de fazer?
O que vocês fazem por vocês?
Quanto tempo, numa semana, você dedica exclusivamente ao cuidado com vc mesma? Cabelo, unha, roupas, terapia, atividade física, lazer, qualquer coisa!
Quais são seus planos pro futuro? Pra sua vida pessoal e profissional?
Qual é o seu sonho?
O que gostaria muito de fazer e não tem tempo?
Como vai seu casamento/namoro/etc? Você consegue investir nessa sua relação?
Não tem marido/namorado, faz tempo? Por que está sozinha? É opção? Falta de opção? (não falem de diabetes, hein)
Quando fui a última vez que fizeram um programa sozinhas, com as  amigas?
Quando foi a última vez que você se colocou em primeiro lugar?

Contem-me de vocês.  E lembrem-se… precisamos estar bem, inteiras, pra podermos dar assistência às nossas crianças!

Cuidem-se!

Anúncios

14 pensamentos sobre “Exercício para as mães (cuidadores)!! E ai? Como vai a SUA vida sem diabetes?

  1. Adorei a proposta. Vamos lá… Tenho 46 anos , sou professora. Esqueci de mim total. Meu casamento quase naufragou , pois apesar do meu marido me ajudar muito, focamos nossa prioridade no nosso filho. A responsabilidade aumentou tanto que sinto o “peso” dela. Mas esse ano já me propus atividade física, psicólogo , e tentar delegar poderes principalmente a ele, pois tem 10 anos. Já estou indo ao cabeleireiro uma vez por semana, vou ao cinema com uma amiga essa semana (só nós duas). Sei que preciso estar bem , arejar a cabeça , mudar o foco.Entrar no facebook foi muito bom para mim pois deixei de olhar só para meu umbigo e percebi que há vida la fora e que as pessoas tem problemas e vivem apesar deles.
    Mas tb dou risadas e me divirto muito. Pra mim é uma ótima terapia. Conheci pessoas, amigas virtuais que me acrescentaram muito e me chamaram à vida de novo. Enfim estou renascendo a cada dia . Quanto ao que gostaria de fazer e não faço, é ir à Paris. Mas aí não é
    só falta de tempo não, é de dinheiro tb.Bjs

    • Adoreeeei Denisy!! Obrigada pelo seu depoimento!! Fiquei contente de saber que está voltando a cuidar de vc!! Pode ter certeza que isso te ajudará muito. Você vai ver que não precisa ser pâncreas 24h por dia. Pode delegar algumas coisas simples pra ele mesmo, pro seu marido… coisas pequenas que pra você podem fazer uma diferença enorme!!! Um dos problemas que vejo em delegar é aceitar que o outro é capaz de fazer e que mesmo fazendo diferente de vc, temos que confiar que dará certo do mesmo jeito. Não é fácil, mas aos poucos conseguiremos ter nosso lugar de volta! Como mulheres lindas e maravilhosas e não apenas mães-pâncreas! Somos muuuuito mais que apenas a substituição de um orgão que não funciona!! Beijos e boa sorte nessa caminhada!

  2. Olá, meu nome é Leda, tenho 33 anos e sou dona de casa, mãe, esposa, babá, faxineira em tempo integral do meu marido e do meu filho de 5 anos. estou beeeeeemmm descuidada de mim, me abandonei um pouco, não sei se por falta de tempo, falta de vontade, preguiça ou comodismo. Sempre reclamo com meu marido, que nunca mais depois que o Victor nasceu, nós não saimos mais só nós dois, ha mais de 5 anos!!sinto muita falta disso, um pouco de romance, de namoro é tão bom!!sair sozinha com as amigas então?piorou, faz muito mais tempo ainda. É que não confio em ninguem mais pra cuidar do meu filho, ninguem sabe fazer as coisas que ele precisa, então acabo ficando com ele 24 horas ao dia, só eu e meu marido sabemos cuidar dele, e como ele tem trabalhado muito, o dia todo praticamente, sobra tudo pra mim. Mas prefiro não reclamar muito, poderia ser pior. Espero que com o tempo isso melhore, pois ele vai crescer e aprender a se cuidar. E me coloquei uma meta: vou voltar pra academia quando começar as aulas, vou me cuidar de novo. Beijo e obrigada pela atenção!!

    • Oi Leda!! Saiba que assim como vc, outras milhares de mães estão nessa!!!
      Já já ele cresce, pode se responsabilizar por algumas coisas e tudo vai ficando mais leve!
      Volte pra academia sim e marque algo com as amigas!!! nem que todas levem seus filhos!!!
      E força na academia, hein!!!

  3. é um acampamento de cças diabéticas???? me avise por favor!!!

  4. Olá, a ideia é muito original…é bom pensarmos em nós de vez em quando. Gostei muito do depoimento da Denisy, revejo-me muito nele… também sou professora, gosto de arrumar a casa ao som de música romântica, de ler um livro das novidades, de ir ao facebook, de ir uma vez por semana almoçar com as colegas de trabalho. Estes dois últimos anos tem sido mais penoso pois dou por mim a fazer reflexões…
    Aconselho a Denisy a ir a Paris que é lindíssimo e vai fazer-lhe muito bem (a todos) eu fim em maio com a minha filhota ainda beneficiei da promoção de ter 11 anos, apesar das preocupações que a viagem acarreta foi fantástico deu para todos nos sentirmos muito melhor. Bjinho para todas super-mulheres!

  5. Adorei!!! Mas são muitas perguntas q nao consigo responder….não consigo me pegar sózinha, muito menos pensando só em mim…..vou refletir sobre isso…pensar melhor….mas enfim…valeu!!!!!até fique com Deus!!!!

  6. Olá Bom dia eu sou a Vânia de 29 anos mãe do Vinicius de 9 anos e Eduarda de 2 anos, sou formada em pedagogia, mas nunca exerci a profissão, adoro fazer atividades física, eu faço musculação 3 x na semana, meu marido me ajuda muito e apóia que eu vá treinar, fora esse tempo e tudo uma correria pois não trabalho fora.

    Os cuidados comigo é quando não tem outro jeito, ai vou, deixo as crianças com a minha sogra ou mãe e vou, mas tem que ser tudo muito rápido, pq elas não sabem procedimentos corretamente com a pequena, estava fazendo terapia parei pois estava muito difícil conciliar os horários.

    Meus planos para o futuro e exercer minha profissão quem sabe meio período para conciliar tudo, mas vou esperar a pequena fazer 3 anos para entrar na escola.

    Sonho, meu sonho ai vc pegou pesado, exercício difícil … não sei !!! Talvez fazer uma viagem sozinha com meu esposo é um sonho.
    A relação com meu esposo, é de muita paciência do meu marido comigo …kkkk

    Acho que sai sozinha com uma amiga faz uns 5 meses atrás, pois estava pirando na batatinha.

    Mas com esse exercício pude ver, que o que me impede realmente, é a insegurança, o medo, barreira que eu mesmo crio, nós mesmas colocamos esses empecilhos, o achar que o outro não será capaz de dar conta de tudo que fazemos, muito difícil pensar em nós mesmas.

  7. Olá!! Os primeiros meses depois que descobri a doença do meu filho foram BEM difíceis!! Ele tem 12 anos e é diabético há 8 meses… Quase pirei… Fui a psicólogo, psiquiatra e etc… Mas a fé em Deus de que as coisas ficariam bem foi o que me empurrou para frente. Hoje ele já dorme na casa dos amiguinhos e apesar de eu delegar a ele a responsabilidade sobre a sua alimentação e aplicação de insulina ( o que o tornou mais maduro) sempre fico monitorando ” de longe”. Trabalho o dia todo mas tenho sim MEUS momentos, (viajo e saio com as minhas amigas) que acho essencial para podermos ter força para ampará-los nas dificuldades e problemas que por ventura aparecerão ao longo da vida. Já fiz duas viagens ao exterior com meu filho e fora umas “derrapadas” por conta de batatas fritas e uns sorvetinhos, acho que consegui convencê-lo de que uma alimentação saudável é bom para TODOS e não exclusivamente para ele.

  8. Oie! Eu por aqui, me chamo Denise, tenho 38 (já?) pois é a vida passa… Sou casada há 18 anos, tenho só a Giovanna de 7 anos, (dm 7 meses), Advogada, tenho meu próprio escritório. Bom eu já não era de me cuidar muito, sou virginiana e acho que por isso gosto muito de cuidar da casa e dos outros. Mas ano passado mais precisamente em Fevereiro resolvi cuidar de mim, me matriculei na hidro, fazia caminhadas matinais (até aos finais de semana), e queria perder kilos (muitos, perdi 23), estava indo bem até essa novidade chegar na minha vida. Como a proposta aqui é falar de nós então parei no tempo novamente, agora é o tempo todo pensando em Giovanna, o que come, o que nao come… o que aplica o que não aplica… Meu marido me ajuda, pouco, pois ele trabalha também e quase não fica em casa então sobra tudo pra mim. Vcs podem me perguntar mas porque nao voltar para a hidro?? E eu respondo? por enquanto não dá a Giovanna não se aplica e eu nao teria com quem deixa-la a noite para poder ir, pois fazia no período noturno e ela ficava com a mae (uma senhora de 75 anos) de uma amiga e eu não posso delegar a responsabilidade da contagem de cho do jantar pra uma senhora. Porque não fazer de manhã?? e quem cuidaria dela e do café da manhã pra eu ir, ela só tem 7 anos e não posso deixa-la sozinha. Quanto aos cuidados comigo tenho feito as unhas todas as semanas porque a minha queria Luzinete vai na minha casa há muitos anos, pois se tivesse que ir a um salão acho que não iria. Sair com as amigas também não sai mais, elas ao descobrirem que minha filha tinha dm ao invés de me apoiarem se afastaram, então acho que não eram amigas. Vontade do que fazer… tenho vontade de conhecer a Espanha e Portugal, quem sabe um dia… o resto tudo o que faço é sempre em família com a minha pequena Giovanna e o marido.

  9. Vamos tentar entao…..tenho 36 anos até 01/03….depois ja se vão 37 e pensar que os 40 estão perto dá uma mexida com a cabeça da gente! Sou profissional liberal, oq permite flexibilidade de horários. Entao, duas manhãs na semana, levo a Marília , minha filha de 5 anos para a natação….faço atividade física 4 veZes por semana, as unhas uma vez….isso há cerca de um ano tenho conseguido!sair com as amigas….não me lembro qdo fiz isso!!viajar só eu é meu marido era algo que fazíamos sim….mas nunca mais pudemos…tenho dois sonhos na vida…um talvez possível, concluir o inglês com diploma e tudo….e o outro,um pouco mais difícil que é conhecer Paris…de preferência no natal e reveillon!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s