Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Matando a saudade das agulhadas!

15 Comentários

Ontem, depois de meses sem sair a noite, tive uma festa pra ir. Coisa rara, MUITO rara de acontecer… Por inúmeros motivos que não vêm ao caso.

Pois bem. Quando tenho que sair, sempre deixo as meninas dormindo pra dar o menos possível de trabalho pra quem fica com elas. Mas ontem não deu. Fui com 3 amigos mais meu irmão, com hora já marcada e como meu outro irmão e minha cunhada estavam em casa, as meninas não quiseram dormir mais cedo e minha mãe topou colocá-las na cama um pouco mais tarde.

Já na festa 22h59, minha mãe liga dizendo que quando a Vittoria foi fazer xixi pra dormir, o cateter enroscou em algum lugar e arrancou a canula. Disse que a Vittoria estava chorando, óbvio, deve ter doído, porque sangrou até e fora o estresse da mãe estar longe e a insegurança da avó com essa situação atípica. Minha mãe falou que ela não queria colocar a canula… e quis saber o que ela deveria fazer. Eu sei que a vontade dela era de que eu voltasse pra casa naquele momento.

Pensei….. primeira noite fora com amigos depois de meses, 30km longe de casa, com 4 pessoas de carona…. Eu não vou acabar com a festa de todo mundo… pq a minha tinha acabado de acabar com aquele telefonema…. Decidi ficar na festa e deixar a Vittoria dormir sem bomba. Sim, eu tinha plena consciência das consequencias dessa decisão. Mas eu tive que optar… ou eu, ou ela… e dessa vez, dessa única vez, eu venci. Em partes, claro, pq não me diverti na festa. Só pensava na glicemia que deveria estar subindo,subindo, subindo…. E realmente estava.

Nem pedi pra minha mãe medir e fazer correções com a caneta pq ela já tava fazendo o grande favor de cuidar delas pra eu me divertir, imagina ainda ter que ficar de plantão.

Durmam em paz. Quando eu chegar eu resolvo.

Cheguei em casa 3h40 – antes do que eu gostaria, claro, mas já que não tava conseguindo curtir a festa como gostaria também, né – montei a caneta, medi a glicemia, 371 e corrigi com a sugestão da bomba. Não dormi. Isso pq acordei ontem às 6h pra trabalhar, depois almoçamos fora, fui ao shopping e depois à festa e depois que cheguei, não consegui dormir. E não queria ficar toda hora medindo a Vivi também. Deixei que ela dormisse. Mesmo porque, antes de 3 horas da última aplicação, nada adiantaria. 8h fui lá. 276. Fiz outra correção com a caneta, coloquei a anestesia (EMLA – que ela gosta e se sente mais segura a trocar de canula) e fomos tomar café.

Preparei o café e já apliquei a insulina de novo para aquele tanto de carboidrato. Como ela tá sem insulina basal eu sei que qualquer carboidrato é uma bomba. Ela quis repetir e eu fui lá e apliquei de novo.

Foram 4 picadas em 5 horas. Ela não reclamou nenhuma vez. Quando quis repetir eu disse que teria mais uma picada e ela disse: Tudo bem. Eu ainda tô com fome. Perguntei se ela estava com saudade das picadinhas e com um belo sorriso no rosto, com aquela covinha linda disse: Sim, estava!

Agora já está com a bomba novamente e eu não faço ideia do que esse tanto de insulina vai fazer. Vou ficar de olho.

Eu fiz a opção pelo menor estresse possível. Voltar da festa seria estressante pra mim, trocar canula de madrugada sem anestesia seria estressante pra ela. PRA QUE ??? Algumas horas de glicemia alterada não fazem mal.

Minha mãe tá trabalhando hoje e eu tenho certeza que ela também não dormiu. 😦

Por isso eu digo… sempre tenham a caneta, refil e agulha, ou uma seringa, mesmo fazendo uso da bomba de insulina. A gente nunca sabe o que pode acontecer. Talvez uma simples aplicação com a caneta, numa emergência, pode evitar muita coisa.

Bom domingo de zumbi pra mim hoje.

Anúncios

15 pensamentos sobre “Matando a saudade das agulhadas!

  1. Com certeza Nicole! Eu que estou usando a bomba a 30 dias já tive que usar a caneta pois a insulina da bomba acabou antes de eu voltar para casa…achei que a quantidade daria para o dia e não deu!!! beijos para vocês

  2. Nic, Eu também não teria voltado pra casa… Não vai ser uma noite con glicemia altas que vai prejudicar a vivi…. Quem precisava de cuidados no momento era vc!!!! Ás vezes precisamos de uma folga sim…. Quanto à caneta, nos aqui andamos sempre con ela montada e con insulina para uma necessidade desse tipo que já nos aconteceu umas duas vezes…. Isso eu acho super importante e conservo…. O que teria feito diferente de vc é que assim que chegasse em casa, como preferimos fazer por aqui, colocaria uma nova cânula e já resolveria a sityaçao!!!! Que mais noites de diversão como a de o tem aconteçam mais em sua vida amiga!!!! Vc merece!!!! Beijos!!!!!

    • Vcs tão acostumdos a trocar com ela dormindo, né!!
      A primeira e única experiência que tive dessa foi infernal!
      Ela me chutou, gritou, ficou puta da vida, se assustou.
      Pra mim não vale a pena mesmo!
      Prefiro fazer com ela acordada e ciente do que tá acontecendo!

      Beijãaaao !!!!

  3. O minha amiga difícil né, mas vc com certeza tomou a decisão certa!

  4. Parabéns!Com essas experiências compartilhadas,nós aprendemos muito!Deus abençoes vcs!um grande beijo!

  5. Nicole, só tenho umas coisinhas pra te dizer… como amiga e biomedica… VOCÊ É UMA SUPER MÃE.

  6. Nic, estou muito feliz por você não ter voltado, talvez se soubesse apenas a hora do ultimo bolus e o valor da glicemia tivesse ficado mais tranquila, ou não, rsrsrsrs.
    Na escola, no kit geladeira do Igor, tem uma caneta de insulina, em casa sempre deixo um refil extra e se formos pra muito longe também levamos.
    Beijos

    • Estava 103 antes de dormir e minha mãe tinha dado um Yakult pra garantir.
      Acho q foi a única noite com certeza de que não teria hipo.
      Tenho a caneta e refis aqui também… o lance é q foi mta informação ao mesmo tempo e qq outra instrução além de “Vão dormir”, seria complicado! hahaha

  7. Não devemos nos culpar por tudo pois ,não temos total controle da situação e tbm temos que viver um pouco fora do ritimo, se não ficamos loucosss…..

  8. parabens Nicole,vc agiu muito certo…pena que nos maes nao conseguimos ,nos divertir com pensamento em casa qdo algo nao funciona bem…nao consegimos desligar…eu faria igual mesmo depois ficar com o pensamento em casa…beijos espero na proxima noite vc consiga divertir….beijos

  9. Nossa Nic, que coisa… tinha que ser bem no dia em que conseguiu sair pra se divertir…
    Imagino o quão difícil tenha sido pra vc tomar a decisão de ficar, mesmo não tirando a Vivi do pensamento. Agiu corretamente, vc tem todo direito de se divertir um pouco…
    E ficou mais uma lição… eu não imaginava que com a bomba é sempre bom ter uma caneta de reserva, valeu pela dica!
    E Vivi sempre surpreendendo sempre com sua maneira alegre de ser!!!
    Que na próxima vez vc possa se divertir de vdd!!!
    Beijo

  10. Ser mãe é padecer no paraíso…já dizia o poeta.
    Beijosss, Simone.

  11. a minha filha sempre toma insulina com caneta da lantus,quis por o cateter mas ela não aceitou,,teve vergonha.é uma situação dificil,mas cada um com sua missão né.abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s