Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

4º Episódio da série sobre diabetes e alguns esclarecimentos sobre o tipo 1

15 Comentários

Bom, esse foi o último episódio. 95% do que foi falado tem a ver com o TIPO 2.

Já que eles não fizeram esses esclarecimentos, entre tipos 1 e 2, faço eu, de um jeito fácil de entender, e meus amigos entendedores do assunto podem melhorar o conteúdo através dos comentário. Como só falaram do tipo 2, vou falar só do tipo 1.

AUTO-IMUNE – significa que, por alguma razão desconhecida, os anticorpos que lutam contra organismos que fazem mal pro nosso corpo endoidaram e começaram a achar que as células que fabricam insulina é que eram os invasores. (lúdico, não?) E aí começaram a lutar contra algo saudável e destruir, por engano, as ilhotas produtoras de insulina que ficam no pâncreas. NADA PODE SER FEITO CONTRA ISSO … E NADA QUE VOCÊ TENHA FEITO CAUSOU ISSO. Não existe nenhuma explicação científica sobre o porquê dessa “revolta dos anticorpos”. Não é culpa sua, nem da sua mãe, nem da sua alimentação,nem da sua vida sedentária, nem da sua vó que tinha, nem nada, não existe um culpado. Isso acontece aleatoriamente, não tem uma regra, por isso é muito comum, como no nosso caso, NINGUEM MAIS DA FAMÌLIA TER DIABETES… não é hereditário, não passa de pai pra filho, não pega. POR FAVOR….

PRECISA DE INSULINA DESDE  O PRIMEIRO DIA – e isso não tem nada a ver com estar controlada ou não !!! Se as células que produzem insulina estão morrendo, quem irá produzir a insulina? NINGUÉM… por isso temos que dar um jeito de fornecer insulina pra esse organismo. De que forma???????? INJEÇÕES ! Essa é a única forma, por enquanto, da insulina ser colocada no organismo. COMPRIMIDOS não são insulina. Eles tem outra função. E outra… não adianta tirar os alimentos da pessoa, sem alimento, a pessoa morre, certo? Sem insulina pra colocar aquele “alimento” pra dentro das células, a pessoa também morre! Portanto a matemática é bem simples! DIABETES TIPO 1 = APLICAÇÕES DE INSULINA. Por seringas, canetas, bomba de insulina, como achar melhor. Mas não tem outra alternativa ainda, ok? AINDA !!! Hoje, a insulina é sua melhor amiga, a mais barata e mais acessível. Deixem os transplantes, e encapsulamentos e etc etc etc pros médicos estudarem, mas acompanhem, não enlouqueçam, usem e abusem da insulina que está aí pra ser usada e te manter VIVO E SAUDÁVEL.

TÃO NOVINHA E TÃO MAGRINHA – Você está confundindo as coisas. Diabetes tipo 1 não tem idade apesar da grande maioria ser diagnosticada na adolescência ou infância. O diabetes que acontece devido a idade mais avançada e obesidade é o tipo 2 – então, pelo amor, quando conhecer uma criança diabética, NÃO DIGA:> Ó TADINHA, TÃO NOVINHA E TÃO MAGRINHA….. você está sendo terrivelmente ignorante. E também não fique aí pensando que a criança tem diabetes por falta de cuidado dos pais, ok? A culpa é dos anti-corpos que enlouqueceram…. (agora, se uma criança ou adolescente está tão obeso a ponto de ter diabetes tipo 2, aí sim podemos conversa, e MUITO, sobre os culpados !)

PODE COMER DE TUDO – Sim. De tudo. Não tudo o tempo todo. De tudo. Com responsabilidade. Como todos deveriam comer. Podem fazer a contagem de carboidratos ou não. A contagem é um método que auxilia na hora de calcular a quantidade de insulina a ser aplicada em cada refeição. Acaba facilitando no dia-a-dia pois você não segue uma tabela com intervalos de glicemia apenas para corrigir. A alimentação tem um papel de extrema importância na variação da glicemia, e entender o que os alimentos são capazes de fazer no seu corpo te ajuda a melhorar o seu controle. Por exemplo, seu filho está com a glicemia 250. Pela tabela do seu médico você aplica 1u, e ele almoçou. Depois do almoço a glicemia dele estava 100. Maravilha, deu certo. No dia seguinte seu filho está novamente com a glicemia 250. Você novamente aplica 1u seguindo a tabela que eu médico deu e ele almoçou, só que hoje, ficou 290 após o almoço. E aí? Você já fica toda desesperada, por fez o que o médico mandou e num dia deu certo e no outro não? Só que vc esqueceu que no primeiro dia ele comeu arroz, feijão, salada e frango e no dia seguinte um prato de macarrão com molho e um pedaço de pão !!! É aí que a contagem de carboidratos vai te ajudar. A tabela de intervalos de glicemia pra correção funciona bem na lua de mel, mas depois disso, é tiro no escuro. Um dia funciona, outro dia não. ENTÃO VOCÊ, MEU CAMARADA, QUE VÊ UMA CRIANÇA DIABÉTICA NUMA FESTA, COMENDO BRIGADEIRO, ENGOLE A LINGUINHA, TÁ !!! Fica na sua e não fala nada. Pode ter certeza que a mãe dessa criança sabe bem o que está fazendo, e as crianças NÃO SÃO PROIBIDAS DE COMER NADAAAA….. a proibição gera o que??? MAIS VONTADE !! Lembrem disso.

COMPLICAÇÕES – As chances de um diabético tipo 1 ter complicações é mínima. Por diversos fatores, alguns até que eu não saiba, maaaas…. acredito que quanto mais cedo descobre-se o diabetes, mais cedo os hábitos mudam, e a criança passa a incorporá-los de maneira mais natural. Cresce sabendo que tem que se cuidar, sabendo da importancia de uma vida saudavel, com alimentaçao balanceada, exercícios físicos. Pessoas que sofrem as complicações do diabetes certamente não se cuidaram, ou não estavam atentos aos sintomas e deixaram o tempo passar. O organismo precisa de anos e anos com a glicemia ELEVADA pra começar a se deteriorar. Não vai deixar isso acontecer com você? Acho mais justo dar um tiro na testa e morrer mais rápido!

DIABETES É UMA SEGUNDA CHANCE DO UNIVERSO PRA VOCÊ ACORDAR PRA VIDA E TOMAR UMA ATITUDE. SEGUNDA CHANCE DE TER UMA VIDA SAUDÁVEL.

Anúncios

15 pensamentos sobre “4º Episódio da série sobre diabetes e alguns esclarecimentos sobre o tipo 1

  1. Falou TUDOOO, e de um jeito bem fácil. Pq se tem algo que não aguento mais, é essas perguntas ignorantes de algumas pessoas leigas… Se as coisas fossem explicadas assim tão mais fácil, talvez a população leiga entenderia melhor.. mais fazer oq né !

  2. Simplesmente otimo sua explicação, o Dr. Drauzio que me perdoe mas vc deu de 10 a zero…. Acho que vou ate imprimir, pois NAO AGUENTO mas este comentario… nossa tao novinha e ja diabetica… ontem mesmo passei por isto novamente. (depois q passa ate gosto, pois explico td, ja é menos um ignorante no assunto).
    Parabens vcs estavam otimas, ate chorei no final com a Vivi falando que crianca diabetica pode tudo que uma criança sem diabetes.

    bjs

    • E ela fala dela mesma, sabe, não fui eu que mandei, nem eles que forçaram uma resposta
      Ela acredita nisso e diz com o coração! Uma fofa.

      Também não aguento mais umas perguntas, mas esse é também o nosso trabalho, EDUCAR !!! COm toda a paciencia do mundo (ou não)

      Um beijo!!!!

  3. Parabéns Nicole! A Vitória é uma graça e muito bem resolvida!
    Você tem iluminado a vida de sua filhinha!
    Ninguém teria feito por ela o belo trabalho que você tem feito, pois como diabético, sei o quanto isso tudo pesa… e cansa!!!
    Ela vai ter um lindo futuro pela frente, porque você deu isso ela!
    Valeu!

  4. Parabéns para vc e pela filha linda que tem.

    Sua explicação foi bastate esclarecedora pois, as pessoas não entedem a diferença do tipo 1 e 2 e acham que a criança vai ter sérios problemas(é logo o que perguntam) eu tento passar o pouco que conheço pois, eu estou ainda apredendo.

    • Além da nossa luta diária com os cuidados com nossos filhos, ou com nós mesmo, ainda temos o lindo papel de sermos educadores em diabetes !!!
      Não podemos desistir.
      Vamos continuar desmistificando o diabetes !!!

  5. Olá Nicole, td bem? Sou Rogerio, de Iturama. Não a conheci pessoalmente mas ouvi muito sobre vc, tanto pela Alice (minha esposa) quanto pela Maiza da Welcome. Vc trabalhou com ambas lá né?

    Bem, queria ver umas coisitas com vc, não sei se vc poderá me ajudar. Pode entrar em contato comigo? Ou até mesmo através do MSN da Alice, acho que vc tem ela add né? Aguardo seu retorno, grande abraço pra vc e pra essas criaturinhas lindas. ^^

  6. Adorei, colocou pra fora tudo que queremos falar… as vezes temos que ser bravas mesmo.., preconceito é foda, ignorancia é ainda pior, bjo

  7. Ni, você disse tudo.
    Disse tão bem que vou reproduzir tudinho no meu blog. Pode, né?
    Educar os outros é um saco, mas não podemos culpá-los.
    Eu mesma não sabia nada de Diabetes até ter e agora me vejo dando aulas de auto-imunidade e contagem de carboidratos. É a vida!
    Mas vamos lembrar que os nossos blogs servem realmente para isso: ajudar, ensinar (o que sabemos) e desabafar.
    Parabéns pela participação na série e pelas explicações.
    Você, a Vivi e o blog me ajudaram muito no começo e sei que me conscientizei rápido graças a informação.

    Bjinhus

  8. Parabéns,vcs duas são duas guerreiras,é uma caminhada dificil mais que vale muito a pena,tenho diabetes a 13 anos e vou colocar a bomba de insulina semana que vem,que Deus continue iluminando a sua familia,não precisa falar mais nada né o nome dela já diz tudo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s