Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Sentindo a hipoglicemia…

8 Comentários

Tenho certeza que o sonho de todas as mães é que o seu filho consiga o quanto antes, perceber os sintomas da hipoglicemia e nos avisar antes que seja tarde demais, não é?

Não existe coisa pior no mundo do que uma hipoglicemia sem sintomas que quando você vê está beirando os 30, 28mg/dl e você precisa correr e tomar uma atitude sem pensar muito.

De uns tempos pra cá, não sei exatamente quanto, a Vittoria tem percebido os sintomas mais claramente.  O curioso é que sempre que ela sente e nós medimos, está entre 40 e 60mg/dl. Quando está abaixo de 40, ela não percebe ainda. Mas isso tem ocorrido com muuuuuito pouca frequencia, e eu percebo que ela se desliga desse mundo, e sente um sono incontrolável. Muitas vezes ela cochila uns 7 minutos após a correção de uma glicemia muito baixa dessa e acorda como a Bela Adormecida acorda com o beijo do príncipe, como se nada tivesse acontecido. Imagina como EU fico nesses 7 minutos…

Essa semana aconteceu algo muito curioso, e apesar do sustinho na hora, foi muito bom. Há 2 anos ela faz natação e nunca se sentiu mal na água. Após a natação, em casa, era comum o número abaixar rapidamente, mas nunca tinha acontecido dentro da água. Quarta feira passada ela tomou um lanche de quase 60g de carboidratos, e eu nem dei toda a insulina que deveria porque ela iria pra aula de natação em seguida, a glicemia estava até um pouco alta mas eu nem corrigi. Foi pra aula, sentei na salinha de espera que dá pro vidro, onde vemos as crianças, mas ele é alto e não dá pra ver as piscinas se você estiver sentada. Eu sentei numa cadeira, e por estar acordando 5:30 da manhã todos os dias, eu acabei cochilando! rsrsrs Foi meu primeiro cochilo lá também…. eis que no meio do sono, eu sou acordada por outras mães dizendo: “Mãe, mãe, acorda, sua filha tá aqui no vidro” . Eu abri o olho e a Vittoria batendo as mãos fechadas no vidro pra me chamar e dizendo: “Mãe, eu não tô bem.” Quase caí da cadeira, né… e ninguém entendeu nada! rsrs Lembrando agora foi até engraçado, e mais engraçado é perceber que numa crise braba de hipoglicemia as mãe costumam desenvolver super-poderes INCRÍVEIS…. tipo, mover-se como o The Flash, sabem?! rsrs Pois num segundo eu estava lá dentro medindo a glicemia. O ideal talvez fosse dar o mel logo e depois medir, mas percebi que ela não estava tãaao mal. Deu 47mg/dl. Ela comentou que a cada chegada, se sentia tonta, e achou melhor sair da água e ter certeza. Tomou 4 saches de mel e quis voltar pra aula. Mas pedi pro professor pegar leve com ela.

Terminou a aula e comeu um chocolate no bar da academia. Nem medi mais, só no jantar, 1h e meia depois. Estava 99mg/dl. Se não tivesse dado o chocolate teria tido hipo de novo. O ideal é comer alguma coisa mesmo depois de corrigir a hipoglicemia, o açúcar, da mesma forma que eleva a glicemia rapidamente, ou seja, em menos de 15 minutos, ele “não dá sustento pra glicemia” muito tempo depois… Por isso liberei o chocolate!

Na escola ela também tem avisado a professora, se queixando ou de tontura, ou fome, ou sono. Algumas vezes dor de cabeça, mas notei que a dor de cabeça aparece mais quando ela está em HIPERGLICEMIA.

Fico contente de ver que ela está se percebendo melhor. E acho que isso é algo que só acontece com o tempo. Com a ‘prática’, com ‘treino’. Nessas ocasiões eu aproveito pra ‘testar’ ela e a Duda também, sobre o que fazer nesse momento. Caso eu não esteja junto, ou quem estiver com ela não souber o que fazer… nunca se sabe, né. E elas sabem !!

 

Anúncios

8 pensamentos sobre “Sentindo a hipoglicemia…

  1. Nic,
    Engraçado como os sintomas variam de criança, para criança. Isabela, apesar de só ter dois aninhos, quando reclama de dor na barriga, eu já sei hipo na certa. Graças a Deus ela quase sempre fala: ” aí, minha barriga ta doendo.” A isabela ta bem controlada, quase nunca ta precisando de insulina rápida, mas em compensacao, durante a madrugada eu estou presisando dormir com ela e com uma mamadeira de leite ao lado. Uma não as vezes duas ou ate três. Igual tecem- nascido, sabe?
    Pra vc ter uma ideia, ontem antes do jantar ela estava com 229, jantou bem, e antes de dormir ainda tomou uma mamadeira de leite, as 2 da manha dei outra mamadeira, não cheia; as 5 da manha ela acordou reclamando da dor na barriga, medi e estava 52. Minhas noites estão bem complicadas, ando me perguntando se isso ta certo.
    Nada mais difícil na diabetes que a tal da hipoglicemia.
    Se tiver alguma ideia me fala.
    Bj em vc nas lindas!
    Karen

  2. Esqueci de falar, não dei insulina rápida ontem antes do jantar. Mesmo após uma boa refeição e de varias mamadeiras ela acordou as 5 com 52.
    Bj

  3. O que me tranquiliza um pouco é que eu sempre sinto quando estou com hipo. Fico feliz que a Vivi já esteja percebendo, é um grande passo, eu acho.
    E é legal deixar a Duda participar sempre, afinal no futuro ela vai poder ajudar e muito a Vivi. Lá em casa tento dar aulinhas, mas o que mais sabe o que fazer em qualquer situação é o Luiz Paulo, meu namorado. Ele está super informado, tem que ver que maravilha.

  4. Muito Obrigada pela Força, é porque ainda é muito recente e ainda estou um pouco perdida com medo e sem muita informações.

    ah. Já fui no ADJ, muito bom fui ao um encontro de Jovens foi meio estranho, mais vih pessoas iguais a mim…
    todos fazendo teste de Glicemia legal.
    espero aceitar a Diabetes…

    obrigada…Monique

  5. Pois é Nic…
    Estou doida que Julia chegue nessa fase de avisar quando está ficando com hipo…. Ela só consegue realmente sentir quando está abaixo de 40…. Aí já é aquela loucura!!!!!
    E ela avisa assim: “mãe, tô com muita fome!” e fica meio chorosa e suando muito…. Aí sei… é Hipo!!! O problema é que quando ela está Hiper, também diz que está com fome… O que diferencia são os sintomas…. Ela fica elétrica, teimosa….. É dificil para muitos diferenciar…..
    Mas chegaremos lá!!!!!

    Karen,
    Julia até hoje (já temos 3 anos de diagnóstico) tem que tomar leite de madrugada (hoje damos por volta de meia noite). Hoje ela toma apenas uma vez, mas ela já teve uma época de ter que tomar duas…. Mas nosso dia ficava impossível (para mim e para o pai)… Aí ajustamos as doses para que ela conseguisse não baixar tanto de madrugada…. E conseguimos!!!
    Tentem ajustar as doses de sua filha para que ela precise comer menos durante a noite… Não é tão dificil assim…. Converse com o endocrino dela e tentem chegar em um esquema melhor…. Não pode ser só bom para a isabela, tem que ser possivel para vc mãe também…. Até as “super mães” precisam dormir bem de noite para aguentar o restante do dia e cuidar bem e com muita disposição das nossas “super filhotas”!!!! Beijão!!!!!!

  6. Nicole, valeu pela lembrança dos esmaltes,
    mas vamos combinar assim: meu irmão mora aí, e uns amigos também, então esse ano vamos aparecer na terra da garoa, com certeza.
    Até porque já moramos dois anos aí e adoramos Sampa.
    Daí combinamos um encontro para as meninas se conhecerem, trocarem esmaltes e outras coisas mais.
    Mas obrigada pelo carinho e atenção.
    Ah, a Viviane já entrou em contato comigo.
    Que bom, né!
    Vamos ver o que vai dar…
    Depois te conto.
    Beijos, Simone.

  7. Oi mãe, queria sua ajuda estou num país estranho muito aflita

    Sou vegetariana há 5 anos e de alguns meses pra cá sem perceber radicalizei minha alimentação, moro em república e de tanto ver meus colegas comerem pizza, pão, macarrão, batata-frita, manteiga, lasanha e comida congelada isso me fez parar completamente de comer qualquer um desse grupo. Também não sou adepta de doces, chocolates, sorvete. Pra falar a verdade, eu sempre fui chegada em sal e o único açúcar, açúcar meesmo que eu consumo no meu dia-a-dia é o mascavo de vez em quando, quando eu decido tomar chá.

    Ou seja já cortamos alguns pilares da pirâmide alimentar, o grupo das carnes, pães, cereais, açúcares e gorduras.
    Como eu estava trabalhando bastante, minha alimentação se resumia a salada 4x (brocolis, alface, tomate, milho, salsinha…) ao dia com frutas, porque qualquer outra coisa me enjoava e aqui onde eu moro a cultura de pubs é muito forte, eu fui cerca de duas semanas seguidas, quase todos os dias aos pubs e não precisa ser gênio pra falar que eu fiquei bem doente, não tenho fontes de açúcar e bebo, já era bem óbvio.

    A cerca de duas semanas comecei a tomar polivítaminicos que deram uma grande força já que antes eu mal consegui ficar em pé por mais de meia hora. Agora, tenho um monte de dúvidas que preciso esclarecer já que não tenho fácil acesso a um endocrinologista e as informações da internet são completamente confusas.

    Hipoglicemia vira diabetes? Se eu exagerar no açúcar pra me manter na média eu salto de um quadro de hipo pra hiper?

    -Tenho consumido açúcar (frutose) diariamente e tenho me sentido razoávelmente melhor, mas hoje tive um quase desmaio (ainda não descobri o porquê ja que fiz as refeições regulares de 3 em 3 horas), comi duas barrinhas de chocolate e fiquei 100%, melhor até que nos dias anteriores, porém duas horas depois meus pés começaram a formigar muito e eu estou sempre tremendo depois de comer macarrão (único carboidrato que como e só faço uso de integral – orgãnico) e isso tá começando a me preocupar.

    Vi em algum lugar que formigamento nos pés pode ser diabetes e percebi um leve formigamento depois de comer, ou os pés querendo formigar. Ano passado tive o mesmo problema e era só má circulação. Alguém mais tem esse sintoma?

    Devo cortar os carboidratos e só ingerir acucar de iogurtes e frutose já que eu não faço ingestão de outros? O que fazer?

    Vou voltar a ter níveis normais de glicose comendo normalmente (corretamente) e um dia vou poder parar de me preocupar com isso?

    Muitíssimo obrigada espero resposta.

    Beeijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s