Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Viviane, 21 anos, diabética desde os 16.

5 Comentários

Recebi esse comentário no Post sobre a Luana e achei legal publicá-lo. Nem perguntei se podia mas acho que não tem problema, né Viviane?!

Ola querida tudo bem?
Entao, meu nome é viviane tenho 21 anos e sou diabetica desde os 16 anos, qndo começei a ler o seu depoimento começei a chorar porq estava me vendo nessa situação.
Em um dia de aula eu começei a suar frio e tremer nao sabia o q estava acontecendo, achei q fosse a pressao q estivesse baixado, ate q desmaiei e acordei no hospital no CTI com minhaa mae do meu lado chorando, nao conseguia fala nada pois estava com uns tubos na garganta e nao sabia porq, eu chorava pois queria sai dali e nao conseguia. foi um sufoco ate q 48 horas depois eu consegui fala com minha mae e pedir agua pois estava com tanta sede q nao sabia porq…entao foi onde q o medico falo q eu entrei em coma diabetico e quase morri o medico falo q foi um milagre pois fiz o teste glisemico e meu diabetes estava acima de 700 o medico falo q era um milagre eu estar viva. A partir daquele momento meu mundo parou, parei de comer doces, massas emagreci muitoo, entrei em depressao, eu anao consegui nem ir em festas porq nao conseguia ver as outras pessoas comendo ou bebendo.
Hoje eu vivo com um monte de problemas ate uma gripe pode me mata, tenho a imunidade muito baixa e o meu maior sonho, o de ser mae nao poderei realizar pois os medicos dizem q nao sabem quem sobrevive se é eu ou o bebê. Vivo dessa forma com medo de um dia morrer por conta desse problemas, mas tenho ao meu lado minha familia q cuida de mim e eu me cuido tambem, entao cuida da sua filha muito bem para q no futuro ela nao venha a ter maiores complicações pois sei como é dificil pra uma criança ser privada de muitas coisas, mas isso vale uma vida..

beijos

Boa sorte, Viviane, que você consiga manter um bom controle e que com os estudos e as novas tecnologicas que estão pintando por aí, você consiga realizar seu sonho de ser mãe. Não desista.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Viviane, 21 anos, diabética desde os 16.

  1. Oi Nicole,
    Fico emocionada demais qdo leios esses depoimentos e tenho dado um tempo na rede e nas pesquisas, pois ultimamente choro por tudo, me arraso e tenho vontade de gritar, chorar, berrar e não aceitar tudo isso.
    Mas… qdo olho para o meu doce menino, lindo, cheio de vida, precisando de mim, com as glicemias todas atravessadas – sem motivo e sem explicação, me abraçando e dizendo que sou a mãe mais forte e lindo do mundo… então eu volto e começo novamente nossa luta.
    Beijos para vcs, beijo para viviane que é guerreira.

    • Como te entendo.
      Passei por isso. Acho que ainda passo.
      Por mais que digam que coisas do além alteram a glicemia, se não consigo uma justificativa, ou mesmo depois de fazer tudo certinho, não da certo… fico puta.
      Acho que tudo isso faz parte.
      Difícil pra mim adimitir que não conseguirei controlar tudo sempre.
      Vou ter que aprender conviver com isso.
      VAMOS, né!

  2. Viviane, tenho uma filha que ficou diabética há 2 anos! Ela tem cinco e linda e cone de tudo!
    Tenho certeza de que ela poderá ter filhos porque Ja tive essa certeza dos médicos!
    Faço o tratamento dela em Boston e caso você queira maiores informações terei prazer em te tranqüilizar!
    Um beijo

  3. Ei Vivi,
    Olha, ouvi um médico falar uma vez que doença crônica, você vai mesmo viver com ela e vai morrer com ela, mas não quer dizer que vc vai morrer por causa dela. O mais importante é que vc tenha consciencia, faça seu tratamento direitinho, que nem o diabetes nem nenhuma outra coisa vai poder te fazer deixar de sonhar.
    Fácil sei que não é, pois vivo diariamente com isso também, mas quero te desejar força, fé e esperança, além de muita saúde claro!
    Super beijo,
    Jana

  4. Olá pessoal, estava vendo coisas sobre diabetes e acabei parando aqui, mass senti tanta tristeza quando li, porque eu não vejo o diabetes como uma doença terrivel, digo isso porque tenho desde os 15 anos de idade e agora estou com 20 e grávida, =D muito feliz!
    Mamães, eu queria fazer um apelo a vocês..
    Não sintam pena dos seus filhos, isso não é muito bom, eles se sentem como pessoas debilitadas, sem capacidade e não é bem assim. Diabéticos(as) podem fazer qualquer coisa. Nicole, quando sua filha conhecer bem o seu proprio organismo, vai ser mais fácil. porque ela vai saber se está com hipoglicemia ou hiperglicemia, diferenciar os sintomas e tudo mais. Não fica com medo não, que eu tenho certeza que sua filhinha vai ter uma vida tranquila. Faz cinco anos que tenho diabetes, tomo insulina 4 vezes ao dia, se eu quero comer algo a mais, aplico um pouco mais. Conheço várias pessoas que já tem a mais de 30 anos e tá muito bem! Eu sei que é duro ter que aplicar todo santo dia insulina, furar o dedinho pra ver como é uqe anda a glicose, dá muita angustia, mas imaginem aí, tem tanta gente sofrendo por aí, como um cancer que não tem mais jeito, a fome matando gente, doenças não trataveis.
    Diabetes não tem cura, mas tem tratamento e se tiver o controle, você vive uma vida longa e saudável!
    Hoje a medicina tá muito avançada, tem até doces dieteticos.
    Eu tenho diabetes e sou feliz! Já tive gripe, já me cortei, sarei rapidinho… uma pessoa diabética, é uma pessoa normal o que difere de uma pessoa não diabética é que toma insulina e não come tanta besteira, como doces, massas e outros alimentos que só acarreta mais doenças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s