Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Melhorando o tratamento do Diabetes, bomba sem fio!

13 Comentários

Nessa vida de mãe de criança com diabetes, quando os números estão ok, nós estamos na internet lendo, lendo, procurando, assistindo vídeos, tudo sobre o assunto. Para entender mais, saber mais, trocar mais, nos confortar mais… Eis que numa dessas buscas me deparei com esse INCRÍIIIVEL equipamento. É uma bomba de insulina descartável SEM FIO !! Chama-se OmniPod .  Como não existe nada no Brasil dessa empresa, tudo  está ainda em Inglês, os vídeos também.

Basicamente é o seguinte.

N° 1 – Esse é o PDM (Personal Diabetes Manager). Esse aparelho é um glicosímetro onde você mede sua glicemia com uma tira, normalmente como estamos acostumados e ele já calcula a quantidade de insulina que você precisa. Você insere a quantidade de carboidratos que vai ingerir e ele automaticamente (depois de programado) calcula o bólus (quantidade de insulina pra cobrir os carboidratos e/ou corrigir sua glicemia). Com apenas um clique, ele manda um sinal pro seu POD (n° 2) que injeta automaticamente insulina no seu corpo e faz um bipe pra confirmar a ‘operação’. Esse aparelho te informa o momento de trocar de ‘pod’, passo a passo ele te orienta sobre o que fazer.

N° 2 – Esse é o POD. Sua bomba de insulina descartável. Ela fica presa no seu corpo através de um adesivo e é trocada a cada 3 dias (se não me engano). Ela não precisa ser tirada na hora do banho pois esse adesivo a protege da água. Ela é totalmente comandada pelo seu PDM. Então você a coloca no seu corpo, gruda bem as bordas (n° 3, o adesivo), e avisa seu PDM que está tudo ok e é ELE que manda o sinal pra introduzir a agulha no seu corpo. Tem um vídeo no site explicando tudo isso. É em inglês mas dá pra entender só de olhar! A insulina é injetada dentro desse POD com uma pequena seringa que já vem junto com ele.

Na foto abaixo, tem umas explicações melhores, vejam:

1. Encha um omnipod novo com insulina suficiente para 3 dias. Depois de cheio, o PDM envia as necessidades de liberação insulina do paciente (determinadas pelo médico e programadas no seu PDM antes do primeiro uso) por um sistema wireless (sem fio).

2.  Coloque o omnipod auto-adesivo no local de sua preferência. (Ele pode ser usado na barriga, na perna, no braço, perto do bumbum, nos mesmos lugares onde aplicamos insulina. Vi gente que coloca em diversos outros lugares que tenha uma quantidade razoável de ‘gordurinha’ )

3. Pressione START no PDM e ele ativa virtualmente (que chique) a inserção automática da canula indolor (totalmente indolor não deve ser, né) e começa a liberação basal de insulina (pré-programada no seu PDM)

Nas próximas figuras dá pra ver que uma canula penetra na pele com a ajuda de uma agulha, que depois de inserida, volta para o POD, deixando apenas a canula maleável lá dentro de você (rss). Você usa seu POD por 3 dias, aproximadamente o tempo necessário pra esvaziar o recipiente de insulina dentro dele e você simplesmente troca o POD por um novo repetindo esse processo.

 O site entrega de graça o seu primeiro KIT. Apenas para alguns estados dos Estados Unidos. Claro !!! MAs eu andei olhando e, não reparei de quando é a informação, mas parece que o primeiro kit com o PDM + 2 pods custa em torno de $800 dólares.. as bombas que conhecemos estão em torno de 6.000 dólares. E uma caixa com 10 PODS (que dá pra um mês) custa em média $ 345 dólares.

E aí, o que acharam??? Achei um vídeo mostrando uma mãe trocando o pod do filho ! E ela também tem um blog, onde fala tudo sobre ele!!

 

Anúncios

13 pensamentos sobre “Melhorando o tratamento do Diabetes, bomba sem fio!

  1. Eu ja conhecia ,quiz muito um desse ,mais aqui ainda nao esta no mercado ,quem sabe um dia ? Mais confesso estou satisfeita com POMPITA ,so falta meu CGM ,que aqui ainda nao esta no mercado ,me parece que em dentro de dois anos ,eu estou numa fila aguardando a liberacao do pais ,que ja esta fazendo testes com eles ,mais uma agulhinha magica pra minha vida ,ehhhh nao vejo a hora !
    bjim
    AHHHH ri muito com email obrigado !!!!!

    • Aqui também não tem, não tenho ideia de quando irá chegar e muito menos quanto irá custar !!!!! O que significa essa sigla que você colocou aí??? CGM ?

  2. O bom para nós, enquanto mães, é acreditar, acreditar! E só com noticias destas o podemos fazer: acreditar num dia cada vez melhor!
    Obrigada

  3. Cara colega,
    Questoes:
    Onde comprar o equipamento,
    custo medio mensal de manutencao,
    Esta disponivel no Brasil.

    • Bom… Ainda não está disponível no Brasil.
      No post tem o preço do aparelho e dos refis. Aparelho com 2 pods é US$ 800 e 10 refis (para um mês de uso) US$ 345.

      • Interessante, vc em sua busca por novas tecnologias, produtos, metodologias de controle, enfim, no tratamento em geral, qual a de melhor resultado e controle da doenca?

      • Nicole, tenho uma filha de 17 anos diabética, e ela foi recomendada pelo médico que use a bomba, porém ela por motivo estético não quer, achei esta que vc mostrou de sensor bem legal, sem ser esta, qual bombinha vc conhece que está mais próxima desta importada ?

        att Vanessa

  4. Difícil dizer, Ricardo…
    Acho que o melhor tratamento é aquele que combina mais com o paciente.
    Tem gente que ama a bomba e os que odeiam….
    Depende do estilo de vida da pessoa..
    Minha filha usa as canetas de insulina ainda… provavelmente experimentaremos a bomba… e as novidades que pintarem… e ficaremos com a que ela se adaptar melhor!!!

  5. Ola pessoal!
    Vale a pena dar uma olhada neste site, apresenta um sistema de monitoramento continuo, quepode ser usado perfeitamento em conjunto com o OminiPod, o que nos resta alem de rezar eh tomarmos atitudes praticas para forcarmos as autoridades para termos acesso a essa tecnologia.
    http://www.abbottdiabetescare.co.uk/_resources/media/documents/inspired_technology/freestyle_navigator.swf
    Um forte abraco!

  6. meu marido foi um dos primeiros em Bh a usar a bomba de insulina.
    e a nossa vida mudou depois dela. acho que nós trouxe mais liberdade … e liberdade é o que todo mundo quer… ele ta usando a paradigma com sensor, que controla a glicose 24 horas… mas aguardamos a omnipod aqui no Brasil… como podemos fazer para agilizarmos o processo???

    • Olha… não sei ao certo…
      Primeiro acho que alguma empresa aqui do Brasil precisa ‘querer’ importá-la. Aí, a bomba deve ser aprovada por algum orgão daqui, anvisa, sei lá… aí sim…
      Eu sei de um spray de glicose que tá pra vir rpa cá, a empresa tem até site em português ha algum tempo, mas a aprovação não sai.

    • Patty, qual aparelho seu marido usa?, estou investigando pois minha filha foi orientada pelo médico a usar?, ela está relutante pois a que foi oferecida é uma com um fio e que tem que usar uma pochete, ela não quer , e não sei o que vou fazer?

      • No Brasil ainda não existe nenhum aparelho de infusão de insulina sem fio.
        Quem usa, faz o tratamento no exterior e traz tudo de lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s