Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Terapia de casal…

3 Comentários

Estou lendo (devorando) o livro: A criança e o diabetes, uma visão psicossomática da Miriam Burd. E… quis copiar essa partezinha aqui que eu tenho certeza que vai ajudar alguns casais.

Páginas: 152,153

” A terapia de casal pode se fazer necessária, por exemplo, quando o pai e a mãe de uma criança diabética culpam-se um ao outro pela doença do filho. Como o diabetes é uma doença hereditária, pai e mãe procuram ‘quem passou’ a doença para o filho. Como envolve mecanismos de rejeição e/ou superproteção da criança até verdadeiras condutas de filicídio, os sentimentos de culpa, ansiedade, frustração por terem tido um filho imperfeito vêm à tona e mesclam as condutas de agressividade um contra o outro e contra o filho diabético. Muitas vezes ter o primeiro filho diabético determina uma negativa em ter relações sexuais e o não desejo de se ter mais filhos, com a ‘desculpa’ de que toda a prole pode vir a ser diabética.

Outras vezes, a doença do filho invade toda a vida do casal. Só falam e se preocupam com o filho doente, esquecem-se dos outros filhos sadios e da vida em família. A doença é magnificada e não dá ensejo a uma vida familiar mais perto da normalidade.

Às vezes, a criança doente forma uma dupla com um dos genitores contra o outro. Esse fenômeno é chamado de triangulação e com isso o verdadeiro motivo da discórdia do casal fica canalizado para a doença. Nesses casos uma terapia de casal, separando neste momento a criança diabética, pode ser importante. Os verdadeiros motivos das desavenças são explicitados e trabalhados no contexto da terapia.”

Anúncios

3 pensamentos sobre “Terapia de casal…

  1. Se todos os casais fizessem terapia, teríamos, com certeza, menos crianças complexadas. Não me refiro só a questão da diabetes, mas no geral. A conversa e a informação são partes fundamentais do tratamento. Não queremos nem precisamos achar culpados, temos é que encarar os fatos e aprender a viver com e apesar deles…

    • Realmente. Quando vocês faz os votos lá no casório, assina a papelada devia ter escrito a obrigatoriedade da terapia de casais. Ou, só casa se fizer terapia de casal ANTES, enquanto noivos…. e o terapeuta dá um atestado de que estão aptos pra se casarem hahahahaha Tantos problemas seriam evitados……..

  2. Nic que interessante ,realmente nesses casos a terapia e necessaria com certeza ,eu faco terapia ,mais sozinha ,li que as suas filhas tb fazem nao e mesmo? Eu gosto por que dai nao sobrecarrego o RE ,se eh que isso e possivel ,bem eu tento ,evitando no e que e possivel falar de diabetes ,claro que aqui nao fingimos que ela nao existe ,porque isso e ingnorancia ,discutimos sim muito sobre numeros e possibilidades ,nao caso de hiper e hipo A1c e tudo mais ,porque queremos ter um filho ,e sabemos que nao impossivel so e um pouquinho mais complicado ,eu acho que tudo que se torna obsessivo nao e legal ,mais comno eu ja te disse sou vidrada no assunto “D” ,quero absorver todo tipo de informacao possivel .Terapia nao e coisa de maluco nao ,quem pensa assim ta muito engado ,otima dica Nic .
    bjim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s