Minha Filha Diabética

Uma vida mais doce após o diabetes tipo 1!

Algumas informações…

Deixe um comentário

Especialistas esclarecem dúvidas e revelam os verdadeiros perigos para os diabéticos.

Câncer em pessoas em uso de insulina Lantus – A verdade !

XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD)

Nesse último, tá escrito o seguinte: “… “Para garantir o controle efetivo da glicemia, é necessário que o paciente seja educado acerca dos modos de como calcular a quantidade de carboidratos e de insulina, que deve ser aplicada antes de cada refeição. Além disso, ele precisa conhecer o seu problema e se adequar ao tratamento de uma maneira tranquila e feliz”, ressalta a especialista.”

No começo do tratamento, eu achava que a quantidade de insulina que ela tomava de manhã (basal) tinha que ser suficiênte para o dia todo, para dar conta de todas as refeições e não ser preciso aplicar a rápida em todas as vezes que ela fosse se alimentar.

Hoje eu entendi que,(minha mãe ainda não) se um pâncreas normal ‘libera’ quantidades de insulina suficiêntes para cada refeição ( isso também varia de acordo com a quantidade de comida que consumimos), o ideal é que o diabético reproduza o mesmo sistema com a  insulina injetável. É NECESSÁRIO QUE SE APLIQUE UMA QUANTIDADE DE INSULINA, MESMO QUE MÍNIMA, EM CADA REFEIÇÃO.  Ou seja, nas refeições precisa rolar uma quantidade de insulina maior no corpo. Inevitavelmente, a quantidade de picadas por dia NÃO TEM COMO SER MENOR QUE 4 (a lenta, e a rápida pelo menos no café, almoço e janta)!!   Né ?!?!?! E mesmo se antes da refeição esteja rolando uma hipoglicemia, deve-se corrigí-la… E … aplicar a rápida para o que a pessoa está prestes a comer !!!

A Maria Vittoria toma a lenta e a rápida de manhã , 2 picadas, + 1 picada no almoço, + 1 picada no lanche (essa, eventualmente não acontece), + 2 picadas na hora do jantar , a lenta e a rápida.. ou seja, D. Mariazinha toma… nos melhores dias, CINCO (5) picadinhas, fofa !!! Fora, claro, as.. 6 picadas nos dedos diariamente !!!

Consigo medir a glicemia dela enquanto ela dorme e ela nem se mexe. E já consegui dar a insulina lenta enquanto ela dormia… e ela também não percebeu. (Às vezes todo mundo precisa de mais 5 ou 10 minutinhos na cama…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s